terça-feira, 13 de setembro de 2011

As histórias de amor


Vivemos num mundo inundado por histórias de amor! Filmes, novelas, livros, canções e até desenhos animados! Dramatizações que nos levam, rapidamente, do riso às lágrimas... 

Seria tudo muito lindo se a grande maioria delas não fossem histórias mentirosas. Estas não são histórias de amor coisa nenhuma, mas relatos de luxúria, de fantasia sexual e de superioridade. Desde o berço, somos nutridos com mentiras a respeito do amor... ou vai dizer que você nunca ouviu uma história dramática, mas que terminava em “viveram felizes para sempre”?

Já seria ruim o bastante se elas complicassem apenas os relacionamentos humanos – homem e mulher, pais e filhos, amigos -, mas prejudicam também os relacionamentos com Deus.

A realidade de nossa existência é que Deus é amor e que ele ama o mundo. Cada simples detalhe do mundo real que descobrimos todos os dias está permeado neste amor. Cada respiração nossa, é pelo amor dEle!

Mas, quando nossa mente é atraída com mentiras a respeito do amor, temos grande dificuldade em entender esse elemento básico da vida diária – o “amor”, como verbo ou substantivo. Então, quando escutamos a expressão “Deus é amor”, ela vem vestida de príncipes encantados e fadas que fazem tudo dar certo sem o menor esforço, o que encobre e deforma a verdade acerca do mundo... paramos no caminho... não conseguimos ir muito longe na tentativa de viver bem, e tudo passa a ser decepção, desgraça e depressão...

Precisamos de verdadeiras histórias de amor, se quisermos viver de fato! E, as mais verdadeiras e puras histórias, estão na Bíblia!
Lá descobrimos um Pai que de tanto amar àqueles que o desprezariam, entregou seu próprio filho para que todos tivessem a oportunidade de receber a vida! (João 3.16)

Encontraremos a história desse Filho, Jesus Cristo, que não desprezou ninguém, por pior que fosse sua condição... que sentia prazer em ajudar os desprezados...

A cada página descobrimos um detalhe a mais, de um Deus que no ama exatamente dessa forma: Vai atrás de nós quando estamos na pior situação fica atrás de nós até nos conquistar e faz com que homens e mulheres que não sabem nada sobre o amor, passem a viver o amor!

Se captarmos as palavras que fluem deste livro, conheceremos muito melhor a Deus e já teremos dado passos valiosos em direção à cura de todas as nossas distorções sentimentalizadas e neuróticas de amor, que nos impedem de interagir com o Deus que nos ama e de amar o próximo que não nos ama...


Veja outros posts da Patrícia Carboni no blog "Caminhantes de Plantão"

Um comentário:

Sandro Valérius disse...

Muito bom Pati...
E sem falar que nesse caso sim, uma história na qual viveremos felizes para sempre!!!