quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Esqueça o preço



Minha filha adora essa música, fica tocando e tocando e ela pede para ouvir de novo! Já viu o vídeo umas trezentas vezes e tive que gravar em DVD pra ela mesma poder ver quando quiser. A música realmente é cativante, ela não sai da cabeça! Mas depois de acompanhar a sua letra outra coisa não me saiu da cabeça... “ela tem toda a razão”!

Sim... a Jessie J. tem toda razão...


Não se trata de grana, esqueça a etiqueta de preço, vamos fazer o mundo dançar, ou seja, vamos fazer diferença nessa bola gigantesca que chamamos de Planeta Terra!


Ela não pensou nisso sozinha, há mais de dois mil anos atrás Jesus estava conversando com seus amigos e contou uma história.


Era sobre um administrador rural, que também era o chefe responsável por uma vinha (plantação de uvas para produção de vinho) e estava precisando de pessoas para ajudar!

O chefe passou bem cedinho numa praça onde alguns desempregados se reúnem para conseguir algum bico. Então ele desceu da caminhonete e disse “ei... se quiserem fazer um serviço sobe ai na caçamba, eu pago R$ 50,00 pelo dia de trabalho de vocês”. Uma turma subiu na caminhonete e lá se foram para a vinha. 
Mas teve outras vezes que o chefe passou pela praça durante aquele dia, e sempre que encontrava homens desocupados, os convidava para trabalhar na vinha!
No final do expediente o chefe chamou seu encarregado e disse, “chama a peãozada pra gente pagar o dia de trabalho deles” e começando pelos últimos contratados, pagou R$ 50,00 a cada um. Aqueles que chegaram cedo já pensaram “oba, se os caras trabalharam só uma horinha ganharam isso, vamos ganhar mais”. Mas não foi isso o que aconteceu, quando chegou a vez deles, receberam os mesmos R$ 50,00. 
Depois de ouvir muita reclamação o chefe disse “ei, eu combinei que ia pagar R$ 50,00 não foi? Se quero pagar o mesmo pra quem trabalhou pouco, não sou eu quem estou pagando? Não posso fazer como quiser com a minha grana?”.


Você também ficaria indignado não é mesmo?
Mas pense do ponto de vista de Jesus Cristo, todos tem o mesmo preço para ele!


Existem pessoas que acham que são mais especiais por terem um canudo, outros um carro, outros por frequentarem uma igreja e outros por nunca terem tido nada na vida. Mas a verdade é que para Deus, ninguém tem etiqueta de preço, todos são igualmente queridos para ele. 


Gosto de mais da frase do Philip Yancey que diz “não há nada que possamos fazer para Deus nos amar mais. Não há nada que possamos fazer para Deus nos amar menos” (Philip Yancey, Maravilhosa Graça, p. 71)

Mas que diferença esse conto de Jesus pode fazer na minha e na sua vida?


Esqueça a o preço!


Olhe para as pessoas à sua volta, e sempre que tiver a oportunidade de se relacionar, fazer uma amizade, ter uma boa companhia para um café, ou para o seu trabalho diário, lembre-se de quem realmente são para Deus.


Todos são igualmente amados e importantes para Deus.


Se Deus olha assim para cada um de nós, porque deveríamos olhar para as pessoas de forma diferente?



Raça, credo, cor, opção sexual, famílias nucleares, mosaicas, destruídas, recuperadas, drogados, ex-drogados, roqueiros, funkeiros, pagodeiros, corinthianos, seja a diferença que você possa encontrar... não importa, esqueça o preço, não olhe o a etiqueta, Deus não olha!


@SandroValerius
Leia mais sobre esse conto de Jesus no evangelho de Matheus capítulo 20

Um comentário:

Anônimo disse...

Oi:), o meu nome é Ricardo e gostei imenso da tua página! Muito linda muito bem!
Concordo muito bem com tudo aquilo que aqui vi.Hoje sempre há muito que regidir nos blogues!Nada nada mais desafiante do que por a nossa marca online!E por tudo isso deixei este comentário!
Assim como tu também eu tenho um forum de poker, aparece por lá e deixa a tua postagem como fiz aqui...adorariamos imenso de lá ter um membro como tu....
Até amanhã :)