quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Fim das férias, hora de voltar ao trabalho

E não é que o tempo passou rápido?
Lá se foram os dias de dormir até tarde e de pegar o trânsito sem a preocupação de “preciso chegar logo”. Ter um tempo para a família e para si mesmo é muito bom, já escrevi alguns posts lembrando da necessidade do descanso. 
Mas agora, é hora de trabalhar e quando penso em trabalho quase que imediatamente vem à mente a palavra PRODUÇÃO! 
Seja o trabalho que for, sempre pensamos em como produzir, o que fazemos, o que finalizamos, o que conquistamos. É bom olhar, quantificar, calcular, somar, multiplicar, trabalho é produzir! 

Bom, quase isso!

Para muita gente o trabalho é apenas um jeito de ganhar dinheiro, de ganhar mais dinheiro, de dar vida boa para a família. Não que o trabalho não tenha em sua prerrogativa o ganho financeiro, gerar renda, conforto, mas não é apenas isso. 

O livro de Atos* comenta discretamente (cinco versículos apenas) sobre a vida de uma mulher chamada Dorcas. É curioso notar como o seu trabalho é reconhecido. Quando Lucas** escreve sobre ela ele diz “se dedicava a praticar boas obras e dar esmolas”, e quando as pessoas que eram ajudadas por ela aparecem no texto bíblico, elas estão mostrando “os vestidos e outras roupas” que haviam ganhado dela. 
Dorcas parece não ser o tipo de pessoa que trabalha pensando em si mesma, ela sabia costurar e provavelmente esse era o seu trabalho, mas Lucas não diz “costureira” ele diz “que se dedicava a praticar boas obras”

Essa é a diferença entre se ter um trabalho e se ter uma vocação. 

Como trabalho você pode ser um professor, mas como vocação pode ser alguém que enquanto professor motiva jovens a se dedicar mais a seus estudos e menos às distrações que atrapalharão seu futuro. 
Você pode ser médico, mas enquanto médico alguém que influencia outros da sua área a serem mais humanos no cuidado com os doentes, principalmente no serviço público de saúde.
Pode ser um faxineiro, mas enquanto faxineiro alguém que cuida com zelo dos espaços que limpa, tornando-os mais agradáveis e acolhedores. 

Seja qual for a sua profissão, sempre haverá espaço para exercer uma vocação. Dorcas é lembrada pela sua vocação e não pela maneira como ela ganhava o seu sustento.
E você? Como quer ser lembrado? 

* Você pode ser sobre a história de Dorcas no livro de Atos capítulo 9 entre os versículos 36 e 42
** São Lucas é o autor do livro que narra os Atos dos Apóstolos

Nenhum comentário: