sexta-feira, 18 de julho de 2014

Lidando com o passado de forma saudável

Cuidado com a Síndrome dos Anos Dourados!

Você sabe o que é a Síndrome dos Anos Dourados? Síndrome é um conjunto de sinais ou sintomas que indicam que algo não está saudável. A Síndrome dos Anos Dourados, no que diz respeito à igreja, é quando as lembranças, o passado, a nostalgia vira doença. É quando acabamos nos alienando do presente e do futuro, e ficamos presos ao passado. 

Igrejas acometidas por esse mau estão sempre olhando pra trás e nunca olhando pra frente. Igrejas que sofrem desse problema estão sempre paralisadas, como se estivessem o tempo todo assistindo um vídeo, um filme de coisas que agora, no presente, são consideradas como ideais, mas que aconteceram no passado. Igrejas assim “perdem o bonde”, param no tempo, deixam de trabalhar no presente com fé e esperança de construir um belo futuro. Igrejas assim foram acometidas pela Síndrome dos Anos Dourados.


Uma frase do falecido ator, Mario Lago, nos dá um bom exemplo de como podemos lidar com o passado de forma saudável e não adoecer com a Síndrome dos Anos Dourados. Ele diz o seguinte: 

“O tempo não comprou passagem de volta. Tenho lembranças e não saudades.”

Precisamos lidar com nosso passado de forma saudável. Lembranças podem até gerar em nós saudade e nostalgia; lembranças devem gerar em nossos corações reflexão, aprendizado, gratidão. Mas não podemos parar no tempo, porque o tempo só tem passagem de ida, ele nunca volta. Precisamos seguir em frente.


Como diz o cantor cristão João Alexandre quando interpreta a música “Feirante”, de seu álbum “É Proibido Pensar”: 

“[...] Firma o passo, segue em frente, 
que essa luta não tem trégua.
Fica na beira da estrada 
quem o fardo não carrega[...]”


Sigamos em frente, sem perder o bonde, sem ficar na beira da estrada, sem ficar presos assistindo ao passado, que já se foi, mas caminhando com fé e perseverança servindo ao Senhor Jesus, trabalhando no presente, construindo o futuro. 

Nenhum comentário: