segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Cuide de si mesmo

(...) Jesus, erguendo os olhos em oração, disse:
“Pai, chegou a hora!
Manifesta o glorioso esplendor do teu Filho
Para que o Filho, por sua vez, possa manifestar teu glorioso esplendor. 
Tu o designaste responsável por toda a humanidade
Para que ele possa dar vida real e eterna a todos que lhe deste.
E esta é a vida real e eterna:
Que conheçam a ti,
O único Deus verdadeiro,
E a Jesus Cristo, a quem enviaste.
Eu te glorifiquei na terra,
Ao cumprir até o último detalhe
Tudo que me mandaste fazer.
Agora, Pai, glorifica a mim com teu esplendor,
Aquele esplendor que eu tinha na tua presença
Antes que houvesse mundo”.
Evangelho de João capítulo 17.1-5


Minha esposa fez um curso para comissário de voo e comentando certa vez estava me explicando porque quando as máscaras caem devemos primeiro colocar a máscara em nós mesmos e depois ajudar aos outros. O motivo é praticamente óbvio, se não fizermos isso, não suportaremos a falta de oxigênio e iremos desmaiar, e desmaiado, não podemos ajudar ninguém. Sendo pai, talvez seu impulso seja primeiro tentar socorrer o seu filho, colocando o à frente da sua própria vida, mas por amor ao seu filho, você deve preservar a sua vida, para ter condições de salvá-lo.

Não é um princípio interessante? 

Veja no evangelho de João, capítulo 17 que interessante. 
Jesus ora por si mesmo. Ele vive seus últimos momentos antes do martírio e da crucificação e precisa recarregar suas baterias, precisa de força.

Assim como Jesus precisa cuidar de si mesmo, nossos momentos de oração precisam ter nossas próprias vidas em foco.
Se não cuido da minha saúde espiritual como poderei cuidar da saúde da minha família?
Se não priorizo minha vida espiritual como serei usado para influenciar e abençoar a outros?

Pense nisso!